top of page
Buscar

Aprenda a Planejar e Gerenciar Sua Aposentadoria

Atualizado: 15 de mai.



Quer a aposentadoria esteja se aproximando ou você já esteja aposentado, agora é a hora de trabalhar em conjunto com seu planejador financeiro para desenvolver um plano para financiar os anos à frente.


Use este guia para aproveitar ao máximo suas consultas com seu planejador financeiro.

 

Avalie Sua Situação Atual


  • Estime sua renda e despesas

  • Despesas Fixas: Despesas básicas, como alimentos, pagamentos de financiamento imobiliário, prêmios de seguros, impostos, gasolina e serviços públicos.

  • Despesas Variáveis: Despesas opcionais, como viagens, hobbies, presentes e doações para caridade.

  • Estime suas fontes de renda, incluindo benefícios do INSS, pensões, aluguéis de propriedades de investimento, dividendos e juros.

 

Reveja Sua Cobertura de Seguro

 

  • Previdência Social: Aposentados no Brasil se qualificam para benefícios do INSS, mas pode ser necessário complementá-los com planos de previdência privada.

  • Planos de Saúde Complementares: Considere adquirir planos de saúde suplementares para cobrir gastos não incluídos pelo SUS.

  • Seguro de Doenças Graves e Invalidez: Pode prevenir que suas economias sejam devastadas caso precise de cuidados prolongados.

  • Seguro de Vida: Pode não ser mais necessário após a aposentadoria, a menos que outros dependam de sua renda.

 

Reveja Sua Situação de Moradia


  • Considere se sua casa atual atende às suas necessidades futuras. Pode ser hora de mudar para uma casa menor ou reajustar despesas com moradia.

  • Manter Alguma Liquidez: Uma pequena conta líquida pode ajudar a evitar a venda de ativos do portfólio em um momento inoportuno.


Considere Recebimento de renda da Previdência Privada


  • Previdência privadas são produtos de seguro projetados para pagar renda enquanto você viver. Neste momento é preciso avaliar os tipos de renda que você quer receber. Se é por um período determinado, ou até mesmo vitalícia. Alguns planos de previdência complementar permitem nomear um beneficiário para o recebimento de renda em caso de falecimento do titular.

 

Organize, Compartilhe, Simplifique


  • Atualize Suas Designações de Beneficiários: Estas designações prevalecem sobre as instruções em seu testamento.

  • Facilite o Acesso a Documentos Importantes para sua família, como seu testamento, documentos de confiança, apólices de seguro, lista detalhada de ativos e procuração duradoura.

 

Ajuste Seu Portfólio


Antes de começar a retirar renda de seu portfólio de investimentos, seu consultor financeiro pode ajustar a composição dos investimentos para que seja mais apropriada para suas novas circunstâncias.

 

Planeje Suas Retiradas de Ativos


  • Método 1: Retiradas Ajustadas a inflação

  • Estabeleça um valor fixo de retirada no primeiro ano, geralmente baseado em um percentual do valor inicial do portfólio.

  • Método 2: Retiradas Percentuais

  • Retire o mesmo percentual anualmente do seu portfólio. As retiradas anuais não aumentam pela inflação.

  • Método 3: Retiradas Percentuais com Teto e Piso

  • Adiciona um limite superior (teto) e inferior (piso) à retirada percentual.

 

Quais Ativos Retirar Primeiro?


  • Vendas para Manter Seu Mix de Investimentos no Alvo: Comece retirando os recursos da porção de seu portfólio que se concentrou em ativos acima da proporção ideal.

  • Vendas para Maximizar o Crescimento dos Ativos: Seu consultor financeiro pode recomendar a retirada de seus ativos nesta ordem:

  • Ativos isentos de IR (Ações até R$ 20 mil por mês, Investimentos no exterior até R$ 35 mil por mês).

  • Ativos de impostos diferidos acumulados em planos de previdência privada.

  • Aumentar a participação em ativos que pagam uma renda mensal isenta da IR, como os FIIs e empresas reconhecidas por pagarem dividendos recorrentes.

 

Monitore Seu Plano


Uma vez que você tenha um plano sólido para financiar sua aposentadoria, é importante se reunir regularmente com seu consultor financeiro para garantir que seu plano permaneça no caminho certo.

 

Outras Considerações


Continue Investindo com Eficiência Fiscal


  • Contribuições para um Plano de Previdência Privada: Mesmo na aposentadoria, se você tiver renda auferida, poderá contribuir para um plano de previdência privada e se beneficiar de seus ganhos livres de impostos.


Para mais informações, entre em contato com seu consultor financeiro.

 

25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page