top of page
Buscar

Open Banking: entenda o que é e como evitar golpes

Atualizado: 27 de set. de 2021



Em sua tradução literal, Open Banking significa banco aberto ou sistema financeiro aberto.


Ele traz o conceito de que é preciso abrir o leque de opções financeiras para os clientes, para que eles tenham a liberdade de levar suas informações para onde quiserem.


Onde todo mercado financeiro irá usar uma mesma base de informações e tecnologia, de forma padronizada, para uma comunicação fácil, de modo a simplificar a portabilidade de dados.


A novidade é que o cliente pode optar por fazer o compartilhamento de suas informações com as instituições financeiras que ele desejar.


A promessa é trazer autonomia para os clientes e mais ofertas de produtos e serviços.


Com essas possibilidades, fica uma dúvida: será que é seguro? Quais cuidados preciso tomar?


Confira quais cuidados é preciso ter e, porque podemos confiar no Open Banking.



O que é o Open Banking?


Open Banking é a opção que o cliente tem de compartilhar seus dados existentes em uma instituição financeira com outra que ele deseje ter um serviço ou produto.


Todas as instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central, terão uma tecnologia padronizada, que irá facilitar e agilizar a troca de informação entre as instituições.


Essa tecnologia é o API (Application Programming Interface), que em português significa, Interface de Programação de Aplicativos.


APIS são os padrões de programação de aplicativos, sites ou qualquer plataforma da internet.


Muitas plataformas ou aplicativos já utilizam essa tecnologia.


Por exemplo, quando você faz um cadastro em algum site de compras e ele pergunta se você quer utilizar seu “login” do Facebook, ele está utilizando seus dados já cadastrados nessa plataforma, para migrar para a plataforma dele. Assim, você não precisa fazer todo um cadastro e ele terá acesso a informações como seus dados e interesses pessoais já coletados pelo Facebook.


O Open Banking irá funcionar de forma semelhante. A instituição financeira só terá os dados que você permitir compartilhar.



Qual será a vantagem para o cliente?


Vamos pensar na seguinte situação:


Um cliente tem relacionamento com uma instituição financeira A, durante 10 anos, onde

realizava toda movimentação bancária. Pagava suas contas, recebia seu pagamento, tinha cartão de crédito, tinha empréstimos e investia. Mantinha todos os seus compromissos em dia. Um cliente incrível, com a vida financeira organizada.


Mas em um dado momento precisou migrar para uma instituição financeira B, onde não há histórico nenhum com ela e com isso perderia todos os benefícios que conquistou com a instituição A.


Com o Open Banking, essa situação será resolvida. Pois, o cliente pode compartilhar seu histórico da instituição A com a B e assim conseguir os mesmos benefícios ou até melhores condições.



Agora que sabemos como o Open Banking irá funcionar, vamos entender como será seguro.



Quais cuidados preciso ter?


Brechas na segurança podem existir, mas são situações bem raras de acontecer.


Devemos tomar cuidado com fraudes, onde o cliente é levado a entregar suas informações para o golpista. Por isso é fundamental estar atento quando receber e-mails, ligações e sms e não compartilhar seus dados pessoais.

Quando tiver dúvidas se realmente é a instituição bancária que você tem relacionamento que está entrando em contato, desligue a ligação e entre em contato através dos canais de atendimento, que geralmente estão no cartão, no site oficial ou em algum documento que você possa ter.


O Banco Central estipulou uma série de regras que as instituições financeiras participantes do Open Banking precisam se adequar e seguir.


Cada instituição precisa garantir que os dados dos clientes estejam protegidos de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).


Algumas dicas que podem ser seguidas para garantir a segurança das suas informações:


Não compartilhe seus dados por telefone ou e-mails


Nenhuma instituição financeira irá entrar em contato para pedir seus dados, sua senha, o número completo do seu cartão.

Com o Open Banking, você irá fazer o compartilhamento de suas informações será apenas através do aplicativo ou do Internet Banking da instituição financeira que você já tem relacionamento.


Lembrando que essas informações são só cadastrais como, os produtos que você tem com o seu banco atual e nunca será sua senha pessoal, número do cartão ou informações que só você possa ter.


Se você vier a receber uma ligação ou e-mail pedindo informações pessoais, confirmando o número da sua conta bancária, por exemplo, desconfie.


Caso você tenha dúvidas, entre em contato com a instituição financeira que você tem relacionamento através dos canais oficiais de atendimento.


Escolha banco, cartão ou instituição financeira que você confie


Sempre busque informações sobre uma proposta atraente, seja de um cartão, ou uma conta com benefícios.


Conhecer a instituição que você terá relacionamento é importante para não ter surpresas no futuro.


Somente instituições autorizadas pelo Banco Central podem participar do Open Banking.


O que significa que todas as atividades são supervisionadas pelo Banco Central, que determina regras de segurança digital, de modo a proporcionar a segurança e privacidade dos clientes.



Atenção ao período de duração do compartilhamento de informação


O período de compartilhamento das informações entre as instituições será de 12 meses ou até que o cliente decida interromper o compartilhamento dos dados.


Após esse período de 12 meses, o compartilhamento deverá ser finalizado e caso queira continuar compartilhando, deverá autorizar novamente.


Desconfie se alguém entrar em contato solicitando autorização para um prazo maior. Todo consentimento deverá ser feito por meio eletrônico, com prazos e finalidades estipuladas.


Desconfie de links por e-mail ou mensagem de texto


É preciso deixar bem claro que todas as soluções que o Open Banking traz, deverão ser feitas por aplicativo ou por internet banking de cada instituição.


Antes de clicar em algum link, procure saber se é confiável e nunca faça downloads de aplicativos sem saber sua origem.


Mensagens que podem parecer inofensivas, podem induzir você a clicar em links e dar acesso às informações que estão no seu celular ou computador.


Open Banking é seguro?


As instituições autorizadas pelo Banco Central a participar do Open Banking, precisam cumprir uma série de requisitos para garantir a segurança, a autenticidade, e o sigilo das informações compartilhadas.

Então sim, o Open Banking é seguro.


Lembrando que o compartilhamento das informações é opcional e você controla o que será compartilhado, quando, com quem e para qual finalidade, ou seja, você tem controle sobre suas informações.


24 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page